quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

fIREHOSE - ragin', full on



após a inesperada morte do guitarrista D. boom em um acidente de carro em 1985, o minutemen acabou.
até que no ano seguinte, um fã do minutemen de 21 anos, chamado ed crawford, ouviu um falso boato sobre os ex integrandes do minutemen, mike watt e george hurley, dizendo que eles estavam interessados em voltar as atividades musicais, e estavam realizando testes para novos musicos para acompanharem a dupla. interessado no anuncio, ed achou o telefone de watt, que negou o boato e nao estava interessado em tocar. mais ed era persistente, e conseguiu mostrar as suas habilidades para watt e hurley, os fazendo mudar de ideia. e entao decidiram montar o fIREHOSE.
ja em junho de 1986, tocaram o primeiro show e no fim deste mesmo ano lançaram o disco deste post: ragin', full on.



logo no inicio da carreira, o fIREHOSE fez sucesso entre os entusiastas do skate da epoca, fazendo com que incluissem algumas de suas musicas em um video de skate da santa cruz stakeboards, chamado streets on fire, que é muito interessante, pois alem do fIREHOSE, conta com varias outras bandas punks ou nao da epoca.



tracklist:

1. "Brave Captain"
2. "Under the Influence of Meat Puppets"
3. "It Matters"
4. "Chemical Wire"
5. "Another Theory Shot to Shit"
6. "On Your Knees"
7. "Locked In"
8. "The Candle and the Flame"
9. "Choose Any Memory"
10. "Perfect Pairs"
11. "This..."
12. "Caroms"
13. "Relatin' Dudes to Jazz"
14. "Things Could Turn Around"

firehose - ragin', full on

achei dois myspaces, e pelo que me parece nenhum dos dois é oficial, mais se voce estiver com receio de baixar sem ouvir, caso nao conheça, pode dar uma ouvida nos dois pois la tem algumas musicas dos caras:

myspace01
myspace02

logo quando eu estiver com internet em casa adiciono uns videos do firehose e do streets on fire!

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

minor threat - complete discography

nao sei como eu pude esquecer de postar esse disco! a um tempo atras eu estava pensando em alguma banda boa para postar, e nem me passou pela cabeça que eu tinha esquecido o minor threat!



o minor threat surgiu em washington DC, em 1980, logo apos o fim do teen idles. foi entao que ian mackaye e jeff nelson que tocaram juntos no teen idles, decidiram montar o minor threat, junto com o guitarrista lyle preslar e o entao baixista brian baker (ja citado poraqui antes, por ter tocado tambem no dag nasty e no bad religion).
apesar da sua curta carreira, que se encerrou em 1983, o minor threat deixou uma vasta influencia na cultura do hardcore, introduzindo o termo "straight edge" para definir a opção por ser livre de alcool e drogas e saindo um pouco daquele caminho de auto destruição tao associado ao movimento punk.

ian mackaye + henry rollins - os caras eram camaradas, segundo o rollins, foi o ian mackaye que deu o melhor conselho da vida dele, entrar para o black flag, puxa saco hein henry rollins!


este album conta com nada mais, nada menos que a discografia do minor threat. eu particularmente gosto mais das musicas do começo do disco.
apesar de nunca ter seguido as ideias do sxe, eu gosto do minor threat ja faz algum tempo, entao, ai vai...



tracklist:

1. "Filler" – 1:32
2. "I Don't Wanna Hear It" – 1:13
3. "Seeing Red" – 1:02
4. "Straight Edge" – 0:45
5. "Small Man, Big Mouth" – 0:55
6. "Screaming at a Wall" – 1:31
7. "Bottled Violence" – 0:53
8. "Minor Threat" – 1:27
9. "Stand Up" – 0:53
10. "12XU (Wire Cover)" – 1:03
11. "In My Eyes" – 2:49
12. "Out of Step (With the World)" – 1:16
13. "Guilty of Being White" – 1:18
14. "Steppin' Stone (Monkees Cover)" – 2:12
15. "Betray" – 3:02
16. "It Follows" – 1:50
17. "Think Again" – 2:18
18. "Look Back and Laugh" – 3:16
19. "Sob Story" – 1:50
20. "No Reason" – 1:57
21. "Little Friend" – 2:18
22. "Out of Step" – 1:20
23. "Cashing In" – 3:44
24. "Stumped" – 1:55
25. "Good Guys (Don't Wear White) (The Standells Cover)" – 2:14
26. "Salad Days" – 2:46

minor threat - complete discography

orra, e eu que nem sabia que tinham uns covers no meio do disco!
e mais uma vez, vou ficar devendo videos, por aqueles probleminhas...
ano que vem eu resolvo essa merda!
ah, e esqueci de mencionar a fonte das informações.
as informações foram todas roubadas do wikipedia e do site da dischord

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

sick of it all - the story so far



hoje mais um "dvd" para vocês. desta vez é o maravilhoso documentario do sick of it all (nem preciso dizer que é FODA PRA CARALHO!), que foi lançado em 2001, pela fat wreck chords.
nesse documentario rolam varios videos ao vivo dos caras no começo da carreira, varios depoimentos dos membros, ex-membros e amigos da banda (CIV, fat mike, john joseph, entre outros).
a unica merda é que nao tem legenda!!!, mas eu acho que mesmo assim, se você gosta pra caralho de SOIA, você vai acabar entendendo tudo, sem entender nada mesmo...
apesar de eu nao ouvir muito o sick of it all ultimamente, eu ainda acho que eles sao uma das melhores bandas de hardcore de todos os tempos, apesar de ter uma fasezinha meio ruim na fat wreck com os discos "life on the ropes" e o "yours trully". e tambem acho foda que os caras tem um pouco de humor, fugindo daquela pose comum de machao que as bandas de nova iorque costumam fazer.
infelizmente, como eu estou sem internet em casa, e no meu trampo nao rola youtube, vou ficar devendo algum video do sick of it all... mais baixa essa porra, que eu garanto que é muito foda!

sick of it all - the story so far



Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4
Parte 5


link descaradamente roubado do metal hardcore dvd's

sábado, 19 de dezembro de 2009

bad brains - live at cbgb's 1982



o primeiro "dvd" que eu posto no blog!
e para começar com classe, o nosso primeiro dvd é nada mais nada menos que a reunião de umas tres apresentações dos mestres do hardcore, bad brains, no cbgb's em 1982.
eu nao acho justo dizer que eles foram a primeira banda de hardcore, como eu ja li em muitos outros sites, mais posso dizer que foi uma banda que teve grandecissima importancia para definir o que o hardcore é hoje em dia. os caras começaram a tocar no fim da decada de 1970, um som que nao tinha nada com o punk, e foi depois de ouvirem bandas como sex pistols e talvez ramones, decidiram o que queriam fazer, e fizeram muito bem!
os caras ao vivo sao uma coisa impressionante, ver esse dvd me faz pensar... "puta que pariu! nasci na epoca e no lugar errado! queria estar num show desses!". os caras sao energeticos do começo ao fim dos shows, o HR pulando e caindo e gritando que nem o diabo fugindo da cruz, a galera curtindo o show insanamente, os outros caras do bad brains trazendo a babilonia abaixo tanto nos sons rapidos quanto nos mais lentos! menos o baixista, que coitado, quase nao aparece!
outra coisa impressionante, para quem é fã de musica jamaicana, sao os reggaes dos caras ao vivo! caralho, é muito bom tambem, e eu acho que rolam uns efeitos, o negocio fica um dub muito massa!
outro dia, nao me lembro onde eu vi alguma coisa relacionada a um documentario sobre o bad brains, que eu acho que estava sendo filmado. ai embaixo segue um video que é mais ou menos um trailer desse documentario:



nao to muito informado sobre isso, mas talvez no site oficial deles, ou no myspace tenha alguma informaçao sobre o lançamento desse documentario! se alguem souber, comenta ai porra! pq eu quero achar esse negocio!

e para os que desconfiam que esse dvd nao é muito foda, ai vai a primeira musica do dvd:



Bad Brains - live at CBGB's 1982
Tamanho: 580 MB



01 - Big Take Over
02 - Attitude
03 - I
04 - I And I Rasta
05 - Supertouch/Shitfit
06 - King Of Glory
07 - Right Brigade
08 - F.V.K.
09 - Supertouch
10 - Banned In D.C.
11 - How Low Can A Punk Get?
12 - The Meek Shall Inherit
13 - Riot Squad
14 - F.V.K.
15 - We Will Not
16 - Big Take Over
17 - Coptic Times
18 - I
19 - At The Movies
20 - Right Brigade
21 - Rally Round Jah Throne
22 - Redbone In The City
23 - Riot Squad
24 - Pay To Cum

Parte 01
Parte 02
Parte 03
Parte 04
Parte 05
Parte 06

tambem vale a pena citar o blog de onde isso tudo foi roubado, é o metal hardcore dvds, de uma conferida aqui, lá tem muita coisa boa!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

flying trichecos

hoje contamos com uma contribuição do nosso amigo E.T., um brods daqui da minha linda e querida terra, que eu fui conhecer depois que ele foi embora daqui, pela internet! ele mora em marte!



flying trichecos de cleaveland eh a sintese da combinacao de boa musica com
pessimos habitos alimentares, vidas cotidianas baseadas em substancias alucinogenas e estimulantes(!!!),classica atitude porca nihilista punk, anti-tudo, incluindo voce, e um imigrante ilegal italiano
com forte tendencia psicotica.

myspace

videos:



quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

black flag - my war



la por 1982/1983 o black flag passou por algumas brigas judiciais a respeito do lançamento do disco damaged, de 82. depois de ganha a batalha, e depois de greg ginn e chuck dukowski irem em cana por causa dessas brigas, puderam lançar coisa nova, e a coisa nova da vez era nada mais nada menos que o segundo LP dos caras, o disco chamado my war.
o my war conta com nove sons, sendo os 6 primeiros com uma caracteristica mais punk e os 3 ultimos (b-side do vinil), um pouco fora desse contexto. os caras andavam um pouco cansados do punk rock de costume da epoca, e resolveram dar uma variada, botando uma influencia de black sabbath, diminuindo a velocidade e como resultado tiveram 3 sons muito bons, para mim pelo menos, nothing left inside, three nights e scream, essas musicas sao um tanto depressivas, levando o disco a ser citado como influencia para muitas bandas grunges e de sludge metal.
neste disco, o baixo foi gravado pelo guitarrista greg ginn, após a saida amigavel de chuck dukowski. duas musicas sao de autoria de chuck, a faixa titulo do disco, my war, e i love you.
ja vi gente torcendo o nariz pro my war e pro resto de discos que vieram depois dele, mais outro dia eu aprendi a gostar de alguma coisa que veio depois do my war... é só estar no estado espiritual certo, que você consegue entender

chega de enrolação, ai vai... para vocês... my war!



tracklist:

1. "My War" (Dukowski) – 3:46
2. "Can't Decide" (Ginn) – 5:22
3. "Beat My Head Against the Wall" (Ginn) – 2:34
4. "I Love You" (Dukowski) – 3:27
5. "Forever Time" (Ginn/Rollins) – 2:30
6. "The Swinging Man" (Ginn/Rollins) – 3:04
7. "Nothing Left Inside" (Ginn/Rollins) – 6:44
8. "Three Nights" (Ginn/Rollins) – 6:03
9. "Scream" (Ginn) – 6:52

black flag - my war


sexta-feira, 20 de novembro de 2009

vadiagem




infelizmente, parece que as atividades poraqui cessaram
é coisa de fim de ano, natal, ano novo, é tipo ferias, daqui a pouco as postagens voltam!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

mission of burma - signals, calls and marches



o mission of burma começou em 1979, em boston, tendo como marco inicial o fim da banda moving parts, em que o guitarrista roger miller e o baixista clint conley tocaram. juntos com o baterista peter prescott, fã do moving parts, começaram a ensaiar.
martin swope começou a fazer parte da banda, fazendo efeitos sonoros durante os shows e gravações.
em 1981 lançaram sua primeira gravação pela ace of hearts, com as musicas "academy fight song" e max ernst". logo em seguida veio o EP signals calls and marches, lançado em 1981 tambem. no fim do mesmo ano, o ep signals, calls and marches havia vendido todas as 10.000 cópias.
em 1982, lançaram o unico full-length, o disco VS. que foi a ultima gravação até 1983, ano que a banda acabou devido ao problema do guitarrista, roger miller, com o zumbido nos ouvidos, causado pelos altos volumes dos shows da banda.
em 2002, voltaram a tocar alguns shows com bob weston, substituindo martin swope. com essa formação gravando varios discos, e atualmente estao na ativa, tendo lançado um disco chamado "the sound the speed the light"

o post de hoje é um misto dos dois primeiros discos, o academy fight song e o signals, calls and marches. essa versao foi re-lançada em 2008 pela matador records.
quando eu baixei esse disco, nao tinha gostado tanto, ai um dia fui ouvir com mais atenção, e orra! gostei de mais!
as minhas musicas preferidas são: academy fight song, max ernst (a mais legal!), fame and fortune e red.
entao, ai vai!



tracklist:

1. "Academy Fight Song" (Conley) (bonus track) – 3:09
2. "Max Ernst" (Miller) (bonus track) – 3:00
3. "Devotion" (Conley) (bonus track) – 3:41
4. "Execution" (Miller) (bonus track) – 2:21
5. "That's When I Reach for My Revolver" (Conley) – 3:53
6. "Outlaw" (Miller) – 2:34
7. "Fame and Fortune" (Miller) – 3:35
8. "This Is Not a Photograph" (Miller) – 1:57
9. "Red" (Miller) – 3:38
10. "All World Cowboy Romance" (Conley, Miller) – 5:12

mission of burma - signals, calls and marche
s

myspace
site

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

shows do fim de semana

sexta feira (30/11) começa a maratona de shows aqui em curitiba, que vai dar sentido pro feriado de segunda feira, o feriado de finados... pq todo mundo vai ta morto (de cansaço tá!)



apesar do cartaz dizer 30 de novembro, o show é sexta agora (amanhã), 30 de OUTUBRO.
devera contar com a presença das bandas:

rock animals
evil idols
kings'tone

lá no 92º, perto da praça do gaucho, o endereço é: rua des. benvindo valente, 280. alto são francisco.
os ingressos serao adquiridos na hora, ao preço de 10 pila, e antes das 23:00 as meninas pagam 5$.



dia 01/11, é mais corrido com o 3º mundo chaos fest IV junto com as bandas:

PAURA (sp/sp)
DERANGED INSANE (ldna)
REFUTARE (arapa)
BURIED YESTERDAY (cwb)
LAVINIA (cwb)
MOTIM (cwb)

o show vai rolar no hangar(Rua Dr. Muricy, 1091, Largo da Ordem), as 15:30, ao preço de 10 reais no local.



tambem no domingo, dia 1º, vai rolar o show no dom corleone bar, com as bandas:

entre rejas (RS)
filhotinho (RS)
teu pai ja sabe? (cwb)

a parada começa as 16:00, e vai custar 4$. o dom corleone bar (tambem conhecido por estudio sudamerica)fica na rua constantino marochi, 720, pertinho do mercadorama do juveve

aproveitem!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PAURA: REVERSE THE FLOW


Para embalar a volta dos paulistanos do Paura ao Paraná resolvi resenhar o último e melhor disco dos caras. Conheci o Paura pelo disco Reflex Of Difference, que já deixava a juventude de cabelos em pé e isso voltou a acontecer nesse último disco, impressionantemente. Pra mim, é uma das obras primas produzidas por bandas brasileiras e na linha de som feita por eles, não há nada melhor. No disquinho são dez sons que mesclam um hardcore rápido e preciso com um trashmetal sinistro. Os vocais rasgados bradam desaforos políticos em inglês. Cordas fritando os níveis de peso. E a bateria, por sua vez, destaca-se e joga a violência pras alturas, impecável brutalidade no limite do hardcore. O dono das baquetas, Henrique Pucci, é quem domina a gravação, produção e meixagem do disco, feita nos estúdios do próprio. O tapa final é assinado por Alexander Dietz, no seu Chemical Burn Audio Solutions em Saalfeld, Alemanha. O figura além de guitarrista do monstro Heaven Shall Burn coordena esse estúdio, onde o Reverse The Flow foi masterizado. Enfim, pra mim, o disco é componente dos dez melhores da história do hardcore nacional, indispensável na discoteca básica tupiniquim de qualquer hardcoriano que se preze. Também sugiro que comprem o disco físico, dispensem o mp3 fétido para ouvir essa obra em alta qualidade, valerá a pena perceber a produção envolvida no esquema em volume máximo.
Com o Ayat Akras, tivemos a oportunidade de tocar umas vezes com eles. Dessas, algumas foram em Curitiba. Quem acompanhou não me deixa mentir sozinho ao afirmar que a apresentação dos caras é sinistra. O peso e a precisão do Reverse The Flow transportados pro palco, somados da presença enérgica dos caras tocando. Diversão desajustada garantida que volta pra Curitiba nesse feriado de finados. Confira todas as informações aqui.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

reagan youth - a collection of pop classics



o reagan youth surgiu no começo da decada de 1980, quando dave rubinstein (tambem conhecido por dave insurgent) e paul bakija (paul cripple) se conheceram durante o colegial. o nome veio de um trocadilho com "hitler youth", ja que era costume das bandas punks norte americanas da epoca falar mal do presidente ronald reagan.
vindos de nova iorque, era costume deles tocarem no CBGB´s sempre que podiam, tambem fizeram varias turnes pelos eua, tocando com bandas como o bad brains e o dead kennedys.
o primeiro show aconteceu em agosto de 1980, com o baixista andy bryan (andy apathy) e com o baterista charlie bonet (charlie tripper), porem logo apos gravarem sua primeira demo bryan foi substituido por al pike.
ao longo da sua carreira gravaram o disco youth anthems for the new order (relançado em 1989 com mais algumas musicas e renomeado como volume 1), mudaram sua formação. foram perdendo o animo, e assim que o tao amado presidente reagan terminou o seu madato, a banda acabou.
depois de ter terminado em 1988, ainda lançaram outro disco o volume 2, em 1990.
quando a banda terminou, a vida do vocalista, dave insurgent, virou um caos sem fim, viciado em heroina, chegou a vender drogas, o que foi um grande problema para ele mesmo, que acabava consumindo todas as drogas que deveria vender. dave chegou a ficar hospitalizado por semanas, apos ser espancado por um fornecedor de drogas. depois disso, voltou para a casa dos pais por um tempo, e continuou com o seu vicio, saindo de lá logo em seguida.
de volta para as ruas conheceu uma prostituta, que sustentava o casal e o seu vicio. num dia, sua namorada saiu com um cara numa caminhonete, e disse que seria coisa rapida, porem ela nunca mais voltou. seu corpo foi encontrado dias depois, junto com a caminhonete. o motorista da caminhonete, joel rifkin, era o serial killer mais famoso de long island.
se nao bastasse essa perda, a mae de dave tambem tinha morrido algum tempo antes disso.
nao resistindo a tantas perdas, dave se matou um mes depois de perder a namorada.




Tracklist:

1. Reagan Youth
2. New Aryans
3. (Are You) Happy?
4. No Class
5. I Hate Hate
6. Degenerated
7. Go Nowhere
8. U S A
9. Anytown
10. In Dog We Trust
11. It's A Beutiful Day
12. Jesus Was A Communist
13. Urban Savages
14. What Will The Neighbors Think?
15. Get The Ruler Out
16. Brave New World
17. Miss Teen America
18. Heavy Metal Shuffle
19. Queen Babylon
20. Acid Rain
21. One Holy Bible
22. Back To The Garden (Parts I-IV)

reagan youth - a collection of pop classics

myspace

new red archives (site de onde eu roubei muita informação)

videos:

PAURA EM CURITIBA.

Esse feriado de finados em Curitiba servirá sem dúvidas pra finalizar qualquer malandro. Está programado o III Mundo Chaos Fest IV com bandas terceiromundistas de Curitiba, Londrina, Arapongas e vindos direto da terra onde deus é uma nota de cem, São Paulo, o Paura. Esses últimos fecham o festival e quem já pegou uma das apresentações dos caras aqui em Curitiba sabe que o lance é monstruoso. Os caras carregam técnica, peso e agressividade misturados à postura hardcore de mileanos de estrada. Em breve faço a resenha do último disco deles, Reverse The Flow (2007), uma obra prima do hardcore nacional. Por enquanto, cliquem no link acima e confiram toda a programação. As paredes vão, novamente, sangrar.

domingo, 18 de outubro de 2009

black flag - damaged



após a saida de ron reyes, o front do black flag estava vago novamente. vaga preenchida por dez cadena, um fã e amigo dos caras desde os tempos do panic. dez na verdade era um guitarrista, mais quando chamaram ele pra cantar, nao pensou duas vezes, gravando logo os eps six pack e o louie louie.

os shows pelo sul da california começaram a ficar cada vez mais selvagens, muitas vezes acabando em confusao, trazendo a policia para botar fim em tudo. esse tipo de coisa virou rotina, fazendo com que o black flag decidisse tomar um ar e tentar fazer algumas turnes pelos eua. coisa ja feita por algumas bandas como o dead kennedys e DOA, porem nenhuma banda jamais havia feito longas turnes, e o black flag estava disposto a tocar em qualquer buraco que lhes fosse possivel.

como reflexo dessas extensas turnes, o black flag conseguiu fazer seus discos chegarem na galera, influenciando o surgimento de varias bandas. mas tambem como reflexo das turnes extensas, dez cadena, teve problemas de voz, o forçando a deixar a vaga de vocalista do black flag mais uma vez aberta. dessa vez quem assume o posto, foi um cara chamado henry garfield, vocalista da banda de washington SOA, tambem conhecido como henry rollins. depois de ser aceito, henry ficou com o pé atras, com medo de que o dez achasse ruim, mais depois de ouvir o conselho do seu amigo ian mackaye e ser chamado pelo proprio dez, aceitou a parada. gravando logo em seguida, depois de alguns anos de existencia, o primeiro LP do black flag, o lendario damaged, lançado em 1981 pela SST e pela unicorn records




tracklist:

1. Rise Above
2. Spray Paint
3. Six Pack
4. What I See
5. TV Party
6. Thirsty and Miserable
7. Police Story
8. Gimmie Gimmie Gimmie
9. Depression
10. Room 13
11. Damaged II
12. No More
13. Padded Cell
14. Life of Pain
15. Damaged I

black flag - damaged



a minha musica favorita desse disco(só que com o dez cadena cantando):

terça-feira, 13 de outubro de 2009

show - pés descalços (rj); motim; nieu dieu nieu maitre e crusher



sabado agora, dia 17/10, no J13 (rua trajano reis, 343, em frente ao ponto de onibus) vai rolar show com as bandas:

pés descalços (rj)
motim (curitiba)
nieudieunieumaitre (curitiba)
crusher (curitiba)

o show começa as 16:00 e o preço é 5 mangos + 1kg de alimentos nao pereciveis

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

tá foda!

po galera, ta foda de eu atualizar essa parada!
semana passada foi por preguiça mesmo! vou ter que fazer uns testes, pq bloquearam uma pá de coisa no meu trampo! ai acho que não vai rolar fazer downloads por la, upar videos e tudo mais... vou tentar preparar os posts em casa mesmo... a merda é que em casa eu tenho mil vezes mais preguiça! mais vamo que vamo!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

DER: Quando a esperança desaba.

Esquentando o clima para a vinda dos D.E.R. para Curitiba nesse final de semana, resolvi resenhar o famigerado "Quando a esperança desaba", primeiro disco cheio da banda e praticamente obra prima da putrefação sonora feita nas terras tupiniquins. Conheci a banda e as figuras que tocam nela há um bom tempo, lembro-me do episódio em que tocaram em Curitiba pela primeira vez. Era um local chamado Café Capela, próximo à rua Chile, onde dividiram o cubículo com as curitibanas Autocontrole e Política & Purpurina, quem estava vivo nesse tempo, pode recordar do clima de insanidade que havia nesses contextos.

O disco "Quando a esperança desaba" virou lenda pra mim, mesmo antes de sair do forno. Quando fomos ao Estúdio DaTribo em São Paulo gravar com o Ayat Akrass já começamos a ouvir as histórias da captação desse disco do DER. Bernardo Pacheco tinha optado por fazê-la no modo analógico, usando o equipamento do estúdio, contando com co-engenharia de som dos metal-maloca de alta experiência Ciero e Trek. A mixagem foi feita no El Rocha, estúdio desgraçado tradicional de São Paulo também.

Quando o disco chegou na minha mão, tudo se confirmou. O DER toca um grindcore clássico, bruto, sujo, pesado e óbvio, rapidíssimo. A precisão dos blasts do Barata impressionavam desde os idos do Café Capela, imagine como estão depois de algumas gravações, uma coleção de quilômetros rodados pelo Brasil tocando com monstros da podridão como por exemplo os Napalm Death? As cordas são aquela sujeira fina e elegante de se ver. Os vocais, guturais intercalados com os rasgados na medida certa. A captação é também impecável, assim como a arte do disco. Dentro dele, um videoclipe produzido por Pierre Kerchove no melhor clima sombrio.

Assinam o lançamento desse disco quatro selos. Fuckitall (SC), Pecúlio Discos (SP), Cospe Fogo (SP) e Karasu Killer (SP). Parece que há lançamento do disco no Japão também, talvez esse último selo tenha algum representante por lá, mas isso poderemos perguntar pros caras já na sexta.

Eles tocam em Curitiba com uma pá de banda desgraçada no lendário 92º no The Matter of Splatter Festival. Algumas dessas são SUBCUT grindcore das antigas e os Flesh Grinder de Joinville. No sábado, tocam num poket-podreira-show no Bar Dom Corleone, relembrando os velhos tempos do Estúdio Sudamérica, quando por lá tocavam bandas e as paredes sangravam ao som do death metal. Confiram o cartaz abaixo a apareçam nos eventos.

Só pra geral se ligar nos nomes que estão por trás desse lançamento. Pierre Kerchove foi guitarrista do lendário Constrito (SP) e também do Ruína (SP). Foi ele quem assinou a direção do clipe de Convicted in Life do Sepultura e também o clipe do DER que consta nesse disco. Bernardo Pacheco, que assina a produção do "Homem inimigo do homem" do Ratos de Porão também produz o DER. O cara toca também no Elma e Are You God? Duas preciosidades da podridão paulista. Confiram o myspace do DER e abaixo seus vídeos:


VIDEO CLIPE "EMPREGANDO O CAPITAL"
http://www.youtube.com/watch?v=CD6Kl79Hce4

"DER" NO ESPAÇO IMPRÓPRIO
http://www.youtube.com/watch?v=2DLlNzaOeKk


O cartaz é do Marcelo Mau Negócio:



E aguardem, em breve, Paura em Curitiba.

sábado, 3 de outubro de 2009

RITES OF SPRING - End On End



Surgida por volta de 1984 (não tenho certeza) em Washington D.C., a banda fazia parte do cast da Dischord, a famosa gravadora do Ian MacKaye.

O Rites of Spring deu início à uma nova guinada na cena Hardcore, com uma abordagem mais pessoal e sentimental nas letras e se preocupando bastante com a musicalidade e a qualidade em suas composições, eles ajudaram a mudar o jeito de se fazer o Hardcore naquela região.

Essa nova onda de bandas que destruiram a imagem violenta, machista e auto-destrutiva da cena de Washington D.C. na metade dos anos 80 foi chamada de "Revolution Summer", e entre elas, além do próprio Rites of Spring podemos citar o Embrace, One Last Wish, Three, The Faith, Happy Go Licky, entre outras.

Para mim isso tudo representou a reinvenção do Hardcore, e posteriormente veio a influenciar as novas bandas com um conteúdo mais emocional e um som um tanto mais melódico, taxadas de Emocore.

A banda lançou seu primeiro material, o EP “All Through A Life”, em 1985, e encerrou as atividades em 1986, depois de lançar o disco “End On End”, que trazia além de 13 músicas novas, as 4 faixas do primeiro 7” deles. Em 1991 saiu a versão remasterizada desse disco, e é ela que está aqui para download.

Enfim, sobre o som da banda eu destaco o vocalista/guitarrista Guy Picciotto (o mesmo que mais tarde formou o Fugazi junto com o Ian). Por que?

Bom... ouçam e tirem suas próprias conclusões.



Tracklist:


1. Spring
2. Deeper Than Inside
3. For Want Of
4. Hain's Point
5. All There Is
6. Drink Deep
7. Other Way Around
8. Theme
9. By Design
10. Remainder
11. Persistent Vision
12. Nudes
13. End on End
14. All Through a Life
15. Hidden Wheel
16. In Silence / Words Away
17. Patience



Breve história da banda no site da Dischord







DOWNLOAD




sexta-feira, 2 de outubro de 2009

NECROS - I.Q. 32


Necros foi uma das primeiras e mais importantes bandas de Hardcore dos EUA.
Formada em 1979 por 3 adolescentes amigos de colégio, na cidade de Maumee, Ohio, a banda fez muito sucesso desde que começaram. Parte disso se deve ao fato de que os garotos tiveram a como padrinho o vocalista Tesco Vee da banda Meatmen, muito conhecido pela cena de Detroit.
Seu primeiro disco, o EP "Sex Drive" saiu em 1981, e nesse mesmo ano eles lançaram o disco que se tornou um dos maiores clássicos da história do Hardcore, cultuado por 11 entre 10 pessoas que curtem o som. Trata-se do I.Q. 32, este que está aqui para vocês baixarem.
Eu vou poupar tempo e deixar que confiram por vocês mesmos, baixem aí que esse som é essencial!



Tracklist:

01. IQ 32
02. Youth Camp
03. Peer Pressure
04. Race Riot
05. Wargame
06. I Hate my School
07. Past comes Back to Haunt Me
08. Reject
09. Public High-School






DOWNLOAD

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

SIN 34 - Do You Feel Safe?



Sin 34 é uma banda de hardcore formada em 1981 na cidade de Los Angeles. Dois dos membros que deram origem à banda se conheceram em um show do Middle Class, mais tarde encontraram outro integrantes em um show do Black Flag e ultimo veio da banda Circle One.
Depois de algumas mudanças na formação, o Sin 34 começou a atuar pela região, chegando a tocar com nomes importantes da cena, como Social Distortion, TSOL, CH3, Circle Jerks, Fear, e até mesmo os Dead Kennedys.
Seu primeiro disco, o "Die Laughing" de 1981 virou um clássico do hardcore oitentista norte americano, e dois anos mais tarde, depois de participarem da duas coletâneas, lançaram este disco que está aqui para download, considerado o seu melhor trabalho.
Sobre o som, digo que é uma das bandas com vocal feminino que eu mais gosto. A voz da vocalista Julie Lanfeld consegue ser doce e furiosa ao mesmo tempo. O instrumental é rápido e bem tocado, e as letras são interessantes, sempre com um tom de revolta adolescente: inocente e sincera.
Pra finalizar, peço que prestem atenção no cover de Devo que tem nesse disco, ficou bem legal.


Tracklist:

1. Do You Feel Safe?
2. After You
3. War at Home
4. Barbie and Ken
5. Say We Suck
6. Not
7. Live or Die
8. New Wave Slut
9. Left Waiting
10. Forgive and Forget
11. Two Words
12. Join the Race
13. Turn On, Tune In, Drop Out
14. Nothin' Makes Sense
15. Uncontrollable Urge (Devo cover)


Segue aqui alguns links:

Site contando a história completa da banda

Myspace



Videos do Sin 34 em seu retorno 24 anos depois do fim da banda.







DOWNLOAD

terça-feira, 29 de setembro de 2009

DOMINGO - 04/10 - NO KROEG!



SHOW COM AS BANDAS:

teu pai ja sabe? - mamá (vocal), setemetro (guitarra), felipe (baixo) e hugo, tocarão o terror e tambem o seu queercore, mostrando que punk rock tambem é pra viado.

rock animals - punk rock (dead boys misturado com black flag do começo e umas bandas punk anos 60, tipo sonics, lollipop shop, seeds, etc., segundo o próprio chico me disse). tambem daqui da minha, da sua, da nossa maravilhosa curitiba (que só chove e faz frio). botando pra foder em seu show de estreia!

chico goes unplugged - chico goes unplugged, que não sei do que se trata! hauaha

o negócio vai rolar nesse próximo domingo (dia 04/10 para os perdidos), no kroeg bar (r. jaime reis, 320, proximo ao opera 1), as 16:00, ao preço de 6 mangos por cabeça, 5 se vc for de bike, e se vc vim voando por conta propria é de graça!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

jesus mongoloide - demo




o jesus mongoloide foi uma banda curitibana, que durou seis meses durante o ano de 2004. tocou duas vezes e lançou uma fita com 7 sons. e essa fita é o post da vez, autorizado pelo chico. entre os membros da banda, haviam membros que tocaram em bandas como o morte asceta (lost tapes ),arma laranja, garrancho em lapide, politica e porpurina, o messias por ele mesmo, white christian disaster, russian school of ballet... entre outras.

tracklist:

arraste meu nome pra lama
canal do amor
cancer kids
moralismo
no tempo que for preciso
seis por meia duzia
wasted

jesus mongoloide - demo

myspace

domingo, 27 de setembro de 2009

marginal man - double image



ontem eu acordei com vontade de ouvir umas bandas da dischord, dessas mais melodicas, mais queria mudar um pouco, ai resolvi ouvir o marginal man, que eu nunca tinha dado muita anteção.
o marginal man surgiu em 1982, em washington dc. foi uma das primeiras bandas punks de DC a ter duas guitarras, ao lado do minor threat e do faith. e tambem uma das primeiras bandas de DC a tocar fora do pais. em seus primeiros shows ao vivo, ja mostrou que tinha muito potencial, as vezes chamando mais atenção que as bandas de fora que vinham tocar.
lançou um ep pela dischord chamado indentity e dois lps em seguida por outros selos, o double image em 1985 e o marginal man em 1988.
o disco do post é o double image. alguns sons desse disco pra mim soaram muito familiares, como se eu ja tivesse ouvido antes. mais nao lembro de onde... deve ser de alguma coletanea da dischord... hehehe



tracklist:

1. Turn the Tables
2. Friend
3. Linger in the Past
4. Strange Feeling
5. Mainstream
6. Chocolate Pudding
7. Tell Me
8. Shades of Reason
9. Someone Cares
10. Forever Gone
11. Double Image

marginal man - double image



sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Nasum - Helvete


Lançado em 2003, "Helvete" foi o terceiro álbum lançado pelos suécos do Nasum. Este disco é, para mim, o melhor disco de grindcore já lançado, tanto pelos sons quanto pelas letras que podem (e devem) ser conferidas AQUI. Curiosamente o vocalista, Mieszko Talarczyk, faleceu durante o tsunami enquanto passava suas férias na Tailândia em 2004.

"The Nazi scum - we curse you all!
The sexist pigs - we curse you all!
The upper class - we curse you all!
Neo-liberal fucks - we curse you all!"


-We curse you all (faixa 8 deste disco)


Baixa aí!

poison idea - pick your king



o poison idea começou em 1980, em portland, oregon, com o vocalista jerry a., o guitarrista pig champion , o baixista glen estes e o baterista dean johnson. muito influenciados pelo germs e pelo black flag, depois de um tempo pelo discharge, tocam um hardcore rapido e muito raivoso, com uma guitarra bem aguda, um vocal rouco e aquela bateria rapida e direta.
em 1983 lançaram pela fatal erection o seu primeiro ep, pick your king, que é tido como um dos melhores discos de hardcore de todos os tempos, com 13 musicas em menos de 13 minutos e sem parar pra dar uma respirada. o disco tem dois grandes icones do pop mundial, elvis de um lado e do outro jesus cristo. qual sera que é mais famoso?!




tracklist:

1. Think Twice
2. It's An Action
3. Thing Called Progress
4. In My Headache
5. Underage
6. Self Abuse
7. Cult Band
8. Last One
9. Pure Hate
10. Castration
11. (I Hate) Reggae
12. Give It Up
13. Think Fast

poison idea - pick your king

letras





se divirtam!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

run dmc - raising hell



o run dmc é um trio nova iorquino, vindo do queens, que conta com joseph "dj run" simmons, darryl "DMC" mcdaniels e jason "jam master jay" mizell. o som dos caras é aquele rap old school, aquela batida boa de se ouvir, bateria, guitarra, scratches ( acho que é assim que escreve... eheheh) e tudo mais. eles são um dos grupos mais influentes do rap na decada de 80.
o album que botou os caras no gosto popular foi o raising hell, que alem dos classicos sons deles mesmos incluia um cover da musica "walk this way" do aerosmith, que alem de trazer a fama para o run dmc e divulgar o rap para a massa, tirou o aerosmith do esquecimento.
não manjo muito de rap, nem escuto tanto, mais esse disco é muito foda!
com vcs, run dmc - raising hell



tracklist:

1. "Peter Piper" – 3:25
2. "It's Tricky" – 3:03
3. "My Adidas" (McDaniels/Rubin) – 2:47
4. "Walk This Way" – 5:11
5. "Is It Live" – 3:06
6. "Perfection" – 2:52
7. "Hit It Run" – 3:10
8. "Raising Hell" – 5:31
9. "You Be Illin'" – 3:26
10. "Dumb Girl" – 3:31
11. "Son Of Byford" – :27
12. "Proud To Be Black" – 3:14

run dmc - raising hell

site oficial

droga,os videos legais nao estao disponiveis para colocar aqui!
entao vai esse tosco mesmo!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

churras vegan - curitiba - 27/09



o cozinheiro e "ativista gastronomico" alan chaves, estará passando por curitiba mais uma vez nesse domingo (27/09), para mostrar para os vegetarianos ( e nao vegetarianos tambem ), que quem nao come carne tambem pode fazer churrasco!
por apenas 10 malandros, você podera comer muito espetinho de soja, maionese, farofa, salada e tomar um bom chá mate geladinho batido com limão.
o churras vai ser la no balarama (r. jaime reis, 402 - fone: 3013-0306), e começa as 18:00 horas.
alan chaves se formou cozinheiro neste ano, no senac, mais ja vem divulgando o veganismo ha oito anos. neste ano realiza a vida vegan veg tour, onde viaja pelo pais inteiro, cozinhando e fazendo a alegria da galera!
mais informações sobre a tour no blog cozinheirovidavegan, pra levar o alan pra sua cidade entre em contato com ele através do e-mail vegtour@gmail.com
para os fãs de hardcore, o alan, tambem toca na banda gaucha xAMORx, deem uma conferida no som, visitando o myspace da banda
grande abraço para todos!
e quem puder, visite o bala nesse domingao! o negocio vai ser bom!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

MOTIM: FAIXA A FAIXA.

Era agosto quando soube que os Motim haviam postado os sons de sua gravação no myspace. Pausei o Bloodpact que ouvia no momento e passei então aos curitibanos. No mesmo tempo, fiz um faixa-a-faixa na versão twitter e agora posto por aqui.







Motim é uma banda de Curitiba maisoumenos nova. No som convergem muitas influências, metal, hardcore e noias. Isso dá identidade pra banda. Abrem os sons "Saudade". Musica de lamento. Letra fala sobre perder e sentir dor. Vai do começo ao fim numa vibe leve, os dois vocais urram. O primeiro som já denota o tom daquilo que está por vir. Uma característica notável na banda são os "coros" cantados pelos dois vocalistas não exatamente berrados, lembra os antigos Libertinagem. Segunda faixa, peso e noias. Os vocais guturais aparecem. A letra fala sobre o vir-a-ser, o movimento dialético. Na referência "somos resultado de tudo que nos cerca". Filosóficamente excelente.







Faixa três é "Enchente" sobre os desastres naturais recentes. Uma entrada média, segue para um blast e encerra com beleza e uma marchinha. A quarta tem um puta clima. É outra característica da banda, transmite uma sinceridade fudida. Nessa peso e melancolia, guturais e falas. "Ponteiros", a quinta, desesperadona, fodassa. Critica o tempo na sociedade moderna. Validação do passado ou ode ao pragmatismo? Não sei se entendi.


A última "Viver Fim", falando sobre a depressão, a doença, os remédios e a fuga do real. Belo som e tópico, liga-se com o tema geral do EP. Enfim, vale a pena conhecer a jovem banda. Tem conteúdo. A gravação do Lucas (Passagem de Som) sempre boa, simples mas boa. A única coisa que eu insistiria no lugar dele, sem querer soar Rick Bonadio, seria inserir uma distroção mais suja e pesada no baixo. Daria um toque de podridão muito belo à textura do som da banda. Avante Motim!






quarta-feira, 16 de setembro de 2009

dead kennedys - in god we trust



vindos de são francisco, california, o dead kennedys começou a semear a discordia em 1978, com o jello biafra nos vocais, east bay ray na guitarra, klaus flouride no baixo e 6025 na bateria, que logo foi substituido por bruce slesinger, enquanto o tal do 6025 foi para a segunda guitarra, que ja a largou em 1979.
o DK foi uma das precursoras do hardcore, junto com bandas como o bad brains e o black flag. as letras, em sua maioria escritas por jello biafra, criticam o "american way of life", guerras, religiao, politica e coisas da epoca, com muita acidez e sarcasmo.
em 1979, lançam seu primeiro EP, o california uber alles, pelo selo do jello, o alternative tentacles, que lançou muita coisa boa e existe até hoje. em 1980 lançam seu primeiro LP, o disco fresh fruit for rotting vegetables, que foi seguido pelos 7" holiday in camboja, kill the poor e too drunk too fuck, até lançarem em 1981, pela alternative tentacles tambem o 2º LP, in god we trust.
esse disco é muito foda, e é o post de hoje, conta com 8 faixas rapidas e diretas em menos de 15 minutos.

a musica nazi punks fuck off desse disco, foi regravada pelo napalm death



tracklist:

1. Religious Vomit
2. Moral Majority
3. Hyperactive Child
4. Kepone Factory
5. Dog Bite
6. Nazi Punks Fuck Off
7. We've Got a Bigger Problem Now
8. Rawhide

dead kennedys - in god we trust







se vc curtiu esses dois ultimos videos, do DK tocando no estudio, veja nos videos relaciondos que tem mais! acho que sao os videos da gravação do in god we trust

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

husker du - zen arcade




o husker du é uma banda de minneapolis st paul, minnesota, em 1979. os membros da banda sempre foram os mesmos, bob mould na guitarra, greg norton (o bigodera) no baixo e na bateria grant hart.
de inicio eles eram uma banda de hardcore / punk e com o passar do tempo foram pendendo para um som mais melodico e trabalhado. foram influencias para muitas bandas que vieram depois, muitos dizem que eles foram os pioneiros do rock "alternativo".
o nome "husker du" é o nome de um jogo alemão (acabei de achar em outro lugar que o jogo era dinamarques ou noruegues... agora vai saber né?) que traduzindo significa "você lembra?"
nas suas primeiras gravações, o som era mais cru, seguindo a onda hardcore / punk da epoca. apartir do lançamento do ep metal circus, ja se notava um som mais melodico que o convencional hardcore dos discos anteriores.
nessa mesma linha mais melodica e experimental, surgiu o disco zen arcade, que segundo as criticas é o melhor disco da banda. o disco foi lançado em 1984, pela sst, nas suas primeiras edições em vinil o disco era duplo. esse disco que fez o minutemen gravar mais musicas antes de lançar o disco double nickels on a dime, que tambem era duplo. segundo o proprio bob mould, numa entrevista, eles queriam se desvenciliar um pouco daquela mesmice do hardcore, queriam tentar fazer alguma coisa nova, e acho que conseguiram.
o disco ja começa muito foda com a musica "something i learned today", e ao decorrer as musicas vao variando entre musicas doidas, umas mais agitadas outras mais tranquilas, musicas acusticas e coisas do tipo. vale muito a pena baixar esse disco.




tracklist:

1. Something I Learned Today
2. Broken Home, Broken Heart
3. Never Talking to You Again
4. Chartered Trips
5. Dreams Reoccurring
6. Indecision Time
7. Hare Krishna
8. Beyond the Threshold
9. Pride
10. I'll Never Forget You
11. The Biggest Lie
12. What's Going On
13. Masochism World
14. Standing By the Sea
15. Somewhere
16. One Step at a Time
17. Pink Turns to Blue
18. Newest Industry
19. Monday will Never be the Same
20. Whatever
21. The Tooth Fairy and the Princess
22. Turn on the News
23. Reoccurring Dreams

husker du - zen arcade



sexta-feira, 11 de setembro de 2009

IV verdurada curitiba



há alguns dias do evento, vamos falar da IV verdurada de curitiba novamente. domingo agora (13/09) vai rolar a quarta edição da nossa querida verdurada curitiba. o evento vai contar com shows do discarga (sp), positive youth (sp), through the storm (cwb), onde eu me encaixo e bitch (ambas de guarapuava - pr). e tambem vai ter um debato com o rodrigo ponce (ex - vocalista da banda colligere) com o tema: "hardcore e politica: problema seu ou problema nosso?", alem do jantar vegan gratuito no final da festa.
desta vez o local é outro, mais nao muito longe do antigo (CEU - casa do estudante universitario), na CELU (casa do estudante luterano universitario) onde rolou o meninas hardcore, o horario de inicio é 16:00, e o valor é 7 mangos. o endereço da celu é: rua carlos cavalcante, 239 (em frente ao passeio publico, perto do posto policial)
a organização pede que nao bebam e nem fumem dentro das dependencias da celu.

vamos falar um pouco das bandas:

discarga:
o discarga é um power trio de sp que começou a tocar no ano de 98, o seu hardcore rapido e simples chamou a atenção do pessoal da 625 thrash, que logo se interessou em lançar um 7". que lhes rendeu uma tour pelo brasil e pela argentina. logo depois, o baixista, douglas, saiu da banda, sendo substituido (um "temporariamente", que acabou sendo "definitivo") pelo juninho, que tocava na lendaria banda de moshcore vegan sxe point of no return. eles acabaram se juntando com a laja records, fizeram uma tour no brasil com o what happens next? lançaram uma split com o infect, h zero, i shot cyrus, e varios discos. dizeram tours pelo brazil e europa, e recentemente lançaram um disco, o musica pra guerra, que é sensacional! há muito tempo que eu espero por esse show aqui em curitiba! na minha opniao vai ser o melhor da verdurada.
referencias: myspace

positive youth:
o positive youth, é uma banda de sp, que começou suas atividades em 2005 tocando um hardcore old school, simples e direto, com influencias de bandas da decada de 80. com o passar do tempo, passou por mudanças em sua formação, e em 2007 sai a sua primeira demo. em 2008, lançaram uma nova demo e um full lengh, chamado seja forte, alem de ter faixas espalhadas por algumas coletaneas na europa. o lançamento desse disco, os levou a uma tour internacional, passando pelo chile e pela argentina, tocando com bandas como o em mi defensa, reconcile, sudarshana, vieja escuela, entre outras. para 2009 eles tem varios eles estao prontos para gravar novos materiais e tocar pelo brasil e pelo mundo.
referencias: myspace

through the storm:
banda sxe de curitiba, que começou em 2007, o throught the storm, lançou um disco alguns anos atras. suas influencias vão desde o gorilla biscuits até o iron maiden. depois de dois anos, vao encerrar suas atividades nesta verdurada.
referencias: myspace

BITCH:
o bitch é uma banda de guarapuava - PR, que toca um som rapido, com influencias diversas, mais na maioria delas umas bandas desgraçadas. suas musicas falam de desigualdade social, luta de classes e libertação humana e animal.
referencias: myspace

onde eu me encaixo:
o onde eu me encaixo, tambem vem de guarapuava - PR. por enquanto nao achei muitas informações sobre eles no myspace.
myspace
fotolog

links:
myspace da verdurada curitiba (desatualizado)
fotolog abre-aspas

dropdead / totalitär - split

ultimamente, tenho dedicado um bom tempo da minha estadia em casa a ouvir umas desgraceiras. e duas bandas que eu tenho ouvido bastante é o dropdead e o totalitar, na verdade mais o dropdead, pq até entao eu nao tinha muita coisa do totalitar, só uma split com o dropdead e outra com o tragedy.



o dropdead é uma banda de providence, rhode island, que toca desde 1991 o seu crust/ d-beat/ trashcore/ poweriolence, com suas letras de tematica anarco punk, falando de coisas como direitos dos animais, pacifismo, anti-autoritarismo e misantropia.
o nome escolhido foi tirado da fita dropdead, da banda siege (link descaradamente roubado do blog louderthanbombss ) , que foi lançada em 1984.



agora o totalitar, ja é mais dificil de falar sobre ( a maiorira das informações tambem foram roubadas descaradamente do louderthanbombss... hehehe). o totalitar é uma banda sueca, de hudiksvall, que foi formada em 1985, tocando um d-beat/ hardcore. agora as informações roubadas: os caras continuam tocando até os dias atuais, tendo seu ultimo material lançado em 2006. e segundo o renan, essa banda foge dos padroes metal das bandas crust suecas da decada de 80.



tracklist:

Dropdead
01 The Truth Will Remain
02 Empire of Done
03 At the End of Days
04 A Disease Called Man
05 Scream at the Wall
06 Awaken Sleeper

Totalitär
07 Hur Orkar Vi
08 Nu Gar Jag
09 Du Ar Status Du

dropdead / totalitär - split

myspace dropdead

myspace totalitar (fan page )
myspace totalitar

totalitar tocando com o pano do doom(?)




nao tive tempo de ver os videos! to atualizando o blog do meu trampo! qualquer coisa errada me deem um toque!